Homem que matou a mãe e incendiou casa é condenado a 22 anos de prisão

O acusado de assassinar a própria mãe e depois incendiar a residência onde a vítima morava foi condenado nesta quarta-feira (15), a 22 anos e dois meses de prisão em regime fechado. Helenilson Donato da Rocha, de 47 anos, foi considerado culpado pelas acusações após ser levado a júri popular.

A sentença ocorre pouco mais de dois anos da data que o crime foi praticado. No dia 9 de fevereiro de 2014, Helenilson matou com uma facada no pescoço a própria mãe Beatriz Rosalina da Rocha, de 80 anos.

Após a execução, ele ainda incendiou a casa onde aconteceu a morte, localizada no conjunto Pirangi, na zona Sul. Helenilson recebeu pena de 17 anos e seis meses por homicídio qualificado e quatro anos e oito meses por incêndio qualificado, além do pagamento de multa.

Fonte: No minuto

0 comentários: