Polícia Civil do RN colabora com operação de Santa Catarina e prende duas mulheres


Equipes de policiais civis do Rio Grande do Norte, sob a coordenação da 2ª. Delegacia Regional de Mossoró, deram apoio à Operação Íris da Polícia Civil de Santa Catarina para prender duas mulheres que estavam em Mossoró, na manhã desta terça-feira (7). Daiane Cristina da Mota, de 29 anos, e Rosimeire Bueno de Andrade, de 37 anos, são suspeitas de receberem ordens de seus companheiros, que estão detidos na Penitenciária Federal de Mossoró e de exercerem várias funções para o tráfico de drogas realizado por uma facção criminosa sediada em Santa Catarina.

Daiane Cristina, nascida em Santa Catarina, é companheira do detento Roberto Tavares Onofre, conhecido como “Betinho da Favela” e Rosimeire Bueno, nascida no Paraná, é companheira de Danilo Rosa. As duas moravam em Mossoró desde que os detentos foram transferidos para a Penitenciária Federal de Mossoró. A investigação conduzida pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), da Polícia Civil de SC, descobriu que as mulheres dos detentos, que estavam em Mossoró, exerciam funções importantes para a viabilidade do tráfico de drogas.

De acordo com o delegado Dennys Carvalho, titular da 2ª. Delegacia Regional de Mossoró, Daiane Cristina já foi presa pela Polícia Civil do RN por quatro vezes, desde que chegou ao Estado em 2013. “ Um dos papéis exercidos por Daiane era ser contabilista do tráfico e remetente de informações do companheiro preso para integrantes que estão soltos”, detalhou o delegado Dennys Carvalho. As duas mulheres foram presas quando estavam em uma casa localizada à rua Neura de Melo Freitas, s/n, bairro Alto de São Manoel, Mossoró.

0 comentários: