Estado recorrerá de liminar que obriga pagamento em dia à Polícia Civil e Itep

O secretário de Administração do Estado, Cristiano Feitosa, pedirá que a Procuradoria-Geral ingresse com pedido de suspensão de liminar, ao presidente do Tribunal de Justiça, Cláudio Santos, contra a decisão monocrática do desembargador Dilermando Mota.

Nesta segunda, Mota acolheu pedido do Sinpol e ordenou, liminarmente, que o Estado pague servidores da Polícia Civil e Itep até o fim de cada mês. “Eu acredito firmemente que o presidente do Tribunal vai deferir nosso pleito. Nenhum governante em sã consciência iria se permitir a esse desgaste político de atrasar o salário por escolha deliberada. 

O Estado não paga em dia por impossibilidade material”, argumento Feitosa. Apesar da decisão monocrática do desembargador Dilermando Mota estimular outras categorias a ingressar com o mesmo pedido, Cristiano acredita que o assunto só será definido quando o plenário se posicionar sobre a matéria.
 
Por Dinarte Assunção

0 comentários: