Policiais Civis encontram escavação em cela da Delegacia de Candelária


Os agentes de Policia Civil da Delegacia de Plantão da Zona Sul (DPZS) descobriram na manhã desta sexta-feira (8) um plano de fuga. Na unidade, que está superlotada – abrigando 22 presos, foi encontrada uma escavação que estava na parede da cela poderia dar acesso ao alojamento dos policiais.

A escavação foi descoberta após uma denúncia anônima e os presos já estavam perto de abrir um buraco que daria acesso ao alojamento dos policiais, onde eles descansam e guardam seus pertences e equipamentos, como as armas, por exemplo. Um dos policiais, que terá sua identidade preservada, temeu que acontecesse o pior. “Se eles tivessem conseguido abrir esse buraco e sair no alojamento não saberíamos o que podia ter acontecido.

Isso porque nós trabalhamos atendendo a população e não temos que custodiar presos, mas infelizmente estamos com essa situação. O risco de fugas é constante, colocando em risco os policiais e a própria população que mora em Candelária", afirma. Com a superlotação na delegacia, o Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte vem reafirmando a necessidade de acabar com a custódia de presos por parte da Polícia Civil.

De acordo com o presidente do Sinpol, Paulo Cesar de Macedo, uma decisão judicial que proibia essa custódia vem sendo descumprida. Para justificar o caso, o presidente revelou que, além da superlotação, a Delegacia de Candelária também conta com condições precárias de trabalho e falta de estrutura.

Por: Rafael Araújo

0 comentários: