Sem autorização, presos do RN não embarcam para presídios federais


Os 21 presos do Rio Grande do Norte apontados como chefes de uma facção criminosa que reivindica os ataques ocorridos nos últimos dias no Rio Grande do Norte – que deveriam ser transferidos nesta sexta-feira (5) para os presídios federais de Catanduvas (PR), Campo Grande (MS) e Porto Velho (RO) – só embarcarão na manhã deste sábado (6). A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Justiça e da Cidadania (Sejuc). De acordo com o secretário Wallber Virgolino, sete detentos que seriam levados para o Paraná ainda não receberam autorização da Justiça. "O juiz de Catanduvas ainda não liberou", afirmou.

Sem a ordem, Virgolino acrescentou ao G1 que o voo que sairia nesta tarde do Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, foi cancelado e os 21 presos serão levados de volta para a Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal. Segudo o governo potiguar, foi justamente a instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim que motivou os atentados.

Às 17h30, em novo contato com o G1, o secretário Wallber Vigolino informou que o juiz de Catanduvas havia autorizado o ingresso dos presos no presídio federal paranaense. "Mesmo assim, os presos só vão embarcar na manhã do sábado, porque ainda é preciso preparar o plano de voo. Achamos melhor deixar para quando o dia amanhecer", explicou.

Fonte: G1-RN

0 comentários: