Brasil: Votação da Reforma da Previdência não deve avançar em 2016

O governo Temer reconhece nos bastidores que só deve conseguir promulgar as mudanças nas regras da aposentadoria no segundo semestre do ano que vem, contrariando o que foi dito semana passada, quando ministros afirmaram que a reforma avançaria muito ainda em 2016.

O Planalto concorda com a previsão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de que a aprovação da reforma da Previdência ficará para 2017, de acordo com a Folha de S. Paulo. Empresários receiam que o projeto acordado sobre o legislado saia em definitivo da pauta e não gostam do abandono da reforma trabalhista.

0 comentários: