IFRN comemora neste mês 10 anos da primeira fase de sua expansão

Setembro é um mês festivo para o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Além de marcar a comemoração dos 107 anos da Instituição, que nasceu através de decreto assinado em 1909 pelo então presidente Nilo Peçanha, neste ano, o mês faz referência ainda ao aniversário da primeira fase da expansão do Instituto. Em 2006, eram instaladas as unidades de ensino de Currais Novos, Ipanguaçu e Natal-Zona Norte.

Em 2009, após a transformação de Cefet em Instituto Federal, as unidades se transformaram em campi, com a possibilidade de oferta de cursos do ensino médio à pós-graduação, além dos de Formação Inicial e Continuada (FIC), com a atuação na pesquisa e na extensão, sem perder de vistas o objetivo central da educação profissional.

A prioridade do Instituto é que os alunos tenham acesso a um ensino de excelência, público e integral nas suas perspectivas humanas, políticas e sociais. Até 2006, o IFRN possuía a unidade central em Natal, localizada na Avenida Senador salgado Filho, e a de Mossoró, instalada em 1994.

O início dos anos 2000 se apresentaram como um período de grande crescimento para a Instituição, que se aproximava do seu primeiro centenário, comemorado em 2009. Para o professor Belchior Rocha, reitor do Instituto durante as fases da expansão, que foram 3, “o aumento substancial da nossa infraestrutura física deve ser creditado ao trabalho de uma equipe formada por profissionais das mais diferentes formações”.

0 comentários: