Polícia Civil elucida homicídio ocorrido no bairro Bom Pastor em Natal

Uma investigação realizada pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) revelou que Arildo de Vasconcelos Marques, vulgo “Cheira” ou “Borracheiro” é suspeito de ter matado Alexandre Batista da Silva, vulgo “Pio”, no dia 29 de maio de 2015. No dia do crime, aconteceu uma discussão entre suspeito e vítima. Quando Alexandre decidiu ir embora, ele foi seguido por Arildo que estava em um veículo.

De dentro do carro, o suspeito efetuou vários disparos de arma de fogo contra a vítima, a qual ainda correu, mas tombou na quadra de esportes, situada no Km 06, BR 226, Bom Pastor. Arildo de Vasconcelos foi indiciado por homicídio duplamente qualificado.

O suspeito está preso preventivamente por ser apontado como sendo o autor de crimes contra dois irmãos. Arildo de Vasconcelos teria assassinado Magno Lima de Almeida e tentado matar Marconi Lima de Almeida, no dia 03 de julho de 2016, no bairro Cidade da Esperança.

No minuto

0 comentários: