Após revista agentes encontram 29 celulares e drogas no presídio provisório


Agentes penitenciárias do presídio provisório Raimundo Nonato encontraram 29 celulares, maconha, crack e cocaína após uma revista realizada no final da noite desta segunda-feira (31). O material pode ter sido arremessado pelo muro da unidade durante a madrugada, afirma a direção.

Os aparelhos e os entorpecentes estavam escondidos no esgoto da ala A, afirmou a diretora do presídio Dinorá Simas. "Eles escondem tudo no esgoto, mas a nossa equipe de agentes se esforça muito e encotrou tudo. Vamos agora intensificar a finalização para evitar os arremessos", disse.

O presídio que também é conhecido como cadeia pública de Natal abriga cerca de 400 internos em duas alas. A estrutura do prédio é extremamente precária e não oferece nenhuma segurança para o trabalho dos agentes e policiais da companhia de guarda de presídios.

Fonte: Portal BO

0 comentários: