Mulher diz que esquartejou idoso no RN em legítima defesa


Francisca Maria, de 38 anos, confessou nesta quarta-feira (14) que matou esquartejado, o idoso Augusto Fernandes de Freitas, de 71 anos. Em relato a Polícia Civil, a acusada revelou que cometeu o crime em legítima defesa. “Fui obrigada a matar ele, pois se eu não tivesse matado, ele ia me matar”, disse a suspeita.

Presa juntamente com sua filha, Francisca Kassandra de Sousa, de 20 anos, elas se juntam a Maykon Kelly da Silva, de 30, que também é suspeito de participar do crime e foi preso no município de Apodi. O trio é suspeito de participar do esquartejamento que levou a óbito o idoso Augusto Fernandes. Ainda de acordo com a assassina confessa, Francisca Maria, ela tinha um “relacionamento” com a vítima, mas os dois viviam brigando. Mãe de Francisca Kassandra, Maria revelou ainda que, após o crime, chamou a sua filha para carregar o corpo.

“Eu a chamei para me ajudar a carregar, mas ela não tem nada haver com o crime”, relata. Enquanto isso, Maykon, que também tinha um relacionamento com a autora do crime, revelou que não teve nada haver com o crime e disse ainda que foi enganado. “Estou sendo acusado de um latrocínio que não cometi. Foi a minha esposa, ela dizia que gostava de mim, mas me chamou para fazer uma “mudança” e quando cheguei lá só me pediram para levar uma bacia”, revelou o homem, que foi preso suspeito de participação no crime.

Por: Rafael Araújo

0 comentários: