Prefeito Batata busca soluções para o abastecimento de Caicó


A cidade de Caicó passa por dificuldades no abastecimento de água, inclusive com os problemas registrados na adutora emergencial, além da pouca água existente no açude Itans e a escassez no sistema Coremas/Mãe D’água, que também abastecia a cidade de Caicó via adutora Manoel Torres. Segundo o prefeito Batata Araújo, ele está desde a madrugada de hoje (23) em Natal mantendo contados em vários órgãos do Governo do Estado, na luta para o abastecimento de água no município.

“Já conseguimos ativar a reserva do Itans e que, a partir de hoje, a CAERN decrete o colapso. Também já estão a caminho de Caicó caixas de água para serem espalhadas nos bairros. Além disso, técnicos da Companhia de Águas e Esgotos também já estão na adutora em Jucurutu, para que seja dado um posicionamento de quando o equipamento voltará a abastecer Caicó normalmente. Não estamos parados”, disse Batata.

Quando a Caern decreta o estado de colapso, o órgão passa a não cobrar a conta de água da população e a cidade vai começar a receber a operação Vertente, que utiliza caminhões-pipa para abastecer a cidade até que a adutora emergencial volte a funcionar. De acordo com Batata, o açude Itans passa a abastecer 30% dos bairros de Caicó, mas essa água será suficiente para abastecer somente durante uma semana.

0 comentários: