Papa Francisco decreta santos 30 mártires potiguares

 
 
O Rio Grande do Norte apresentou neste domingo (15) ao Brasil e ao mundo 30 santos através da Canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu. O estado torna-se, a partir de hoje, o único a ter 30 santos declarados pela Igreja Católica. Milhares de pessoas de vários países estiveram presentes à Praça São Pedro, no Vaticano, na missa que teve início às 5h (hora de Brasília), celebrada pelo Papa Francisco.

O Governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, a primeira-dama e coordenadora do Grupo de Trabalho da canonização junto ao Governo do Estado, Julianne Faria, o deputado estadual e representante da Assembleia Legislativa, José Dias, estiveram na cerimônia, além dos prefeitos de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio de Medeiros, de Canguaretama, Maria de Fátima Marinho, e parlamentares da bancada federal potiguar.

A multidão aplaudiu quando Sua Santidade declarou santos André de Soveral, Mateus Moreira e seus 28 companheiros massacrados em 1645, nas duas localidades, a mando dos invasores holandeses. Além dos protomártires brasileiros foram declarados santos os beatos Cristofolini, Antonio, Giovanni, Faustino Miguel e Angelo da Acri. A Camerata de Vozes do RN, grupo da Fundação José Augusto, participou da cerimônia.

O coro, regido pelo monsenhor Pedro Ferreira, apresentou cantos sacros antes e após a anunciação dos 30 novos santos que agora o Rio Grande do Norte apresenta aos católicos do mundo. A Camerata foi à Roma com o apoio da Presidência da República. Papa Francisco declarou santos os Mártires Potiguares após o pedido oficial, durante a cerimônia celebrada pelo cardeal Angelo Amato, prefeito da congregação da causa dos Santos. “Que estes que agora são santos indiquem a todos nós o verdadeiro caminho do amor e da intercessão junto ao Senhor para um mundo mais justo”, declarou o Papa Francisco, em sua homilia.

0 comentários: