Rio Grande do Norte tem redução de 4% no PIB em 2016

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a pesquisa Contas Regionais referentes a 2016 nessa sexta-feira (16). O relatório mostra que a economia nacional diminuiu 3,3%. No Rio Grande do Norte, a retração do Produto Interno Bruto (PIB) foi de 4%, superior à média da nação.

Em todo o país, apenas Roraima (0,2%) teve resultado positivo no PIB em 2016. O Distrito Federal registrou estabilidade (0,0%) e os outros 25 estados tiveram quedas no PIB, sendo que em 10 deles a variação ficou acima da média nacional (-3,3%). Estes 12 estados representaram 68,3% do PIB brasileiro em 2016. As maiores quedas foram de Amazonas (-6,8%), Mato Grosso e Piauí, ambos com -6,3%.

No valor per capita, que é o PIB dividido pelo número de habitantes, o Rio Grande do Norte tem R$ 17.168,60, pouco mais da metade do total do país, que é de R$ 30.411,30. Já o Distrito Federal tem o melhor resultado do país, com R$ 79.099,77, quase três vezes maior que a média nacional. O Maranhão é o último no ranking (R$ 12.264,28).

0 comentários: