Prefeito Álvaro Dias discute continuidade da revitalização do Centro Histórico


O prefeito Álvaro Dias, juntamente com o secretário de Cultura Dácio Galvão, se reuniu hoje com representantes dos movimentos artísticos do Beco da Lama para alinhar as ações de continuidade da revitalização do Centro Histórico de Natal. Além de continuar com o trabalho de grafitagem e restruturação no Beco da Lama, a Prefeitura vai realizar melhorias no Espaço Cultural Ruy Pereira.

"A grafitagem no Beco da Lama foi só o começo da revitalização do Centro Histórico. Nós vamos fazer um novo piso e calçadas, além de limpar visualmente a área embutindo os fios dos postes. Já conversamos com as arquitetas da Semsur para que elas façam o projeto para o Espaço Ruy Pereira. Além disso, vamos renovar os grafites. Será feita uma mobilização com os grafiteiros e uma curadoria vai premiar os melhores projetos", destacou o prefeito Álvaro Dias.

A Prefeitura também vai investir na produção cultural. Segundo Dácio galvão, nos próximos dias será lançado um Edital de Ocupação do Centro Histórico no valor de R$200 mil que vai contemplar projetos musicais, de artes visuais, literatura, entre outros. "Esse não é um trabalho impositivo, estamos conversando com as pessoas que fazem o nosso Centro Histórico, discutindo com eles o que pode e o que deve ser feito, mas sem engessar as ações. Até porque os movimentos culturais que acontecem no Centro Histórico de Natal sempre foram espontâneos. Esse é um projeto em permanente construção.

A revitalização do Centro Histórico é uma das prioridades da gestão de Álvaro Dia. As ações nesse sentido tiveram início em dezembro de 2018, quando o local recebeu dois palcos do Natal em Natal e iluminação natalina, garantindo a frequência das pessoas nas ruas. Grandes shows foram realizados e contou com a aceitação do público natalense. O Carnaval foi outro evento que movimentou o Centro. Teve ainda o projeto de grafitagem no Beco da Lama, que deu vida nova ao tradicional reduto boemio de nossa cidade. No Carnaval, também foram montados palcos na região.

0 comentários: