Vigia de rua e homem com tornozeleira eletrônica são mortos a tiros na Grande Natal

Um vigia de rua foi morto a tiros na madrugada deste domingo (31) em Ceará-Mirim, na região metropolitana de Natal. Em outro caso, no município de Extremoz, um preso do sistema semiaberto, que usava tornozeleira eletrônica, também foi assassinado.O primeiro caso aconteceu no Loteamento Antônio Cardoso, próximo à BR-406, na entrada para o Conjunto Maninho Barreto.

De acordo com a Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o vigia Manoel Messias Alves, de 34 anos, foi surpreendido por dois homens que chegaram ao local a pé, atiraram nele e fugiram em seguida.

Manoel respondia à Justiça, em liberdade, um processo por posse ilegal de de arma de fogo. Em 2018, ele foi preso ao ser flagrado pela polícia com um revólver e cinco munições dentro de casa. O outro crime foi registrado em Extremoz, também na região metropolitana. Edson Pedroza de Lima, de 32 anos, foi assassinado a tiros dentro de casa, no município. De acordo com a polícia, ele cumpria prisão no sistema semiaberto usava tornozeleira eletrônica. Edson respondia à Justiça processo por roubo e formação de quadrilha. Nenhum suspeito foi preso nos dois casos de assassinato.

0 comentários: