Preço da gasolina varia até R$ 0,37 entre postos de Natal, aponta Procon


O Procon Natal divulgou, nesta terça-feira (7), o resultado o levantamento realizado em 70 postos de combustíveis de Natal, após novo aumento registrado nas refinarias. De acordo com o levantamento, o preço da gasolina na capital varia entre R$ 4,629 e R$ 4,999. Na pesquisa realizada na segunda-feira (6), 70 postos nas quatro regiões da cidade foram visitados. O Procon Natal encontrou aumento dos combustíveis pesquisados e, para a gasolina, o percentual foi de 8,51%.

Segundo o Procon, o preço nas refinarias, no mês de abril, teve aumentos no dia 23 (de 2,5%), com o preço por litro chegando a R$ 1,975, e no dia 30 (de 3,5%), com o chegando a R$ 2,045 nas refinarias. O aumento nas bombas, no entanto, foi superior ao registrado nas refinarias.

A pesquisa recente encontrou o preço médio da gasolina sendo vendido aos consumidores natalenses a R$ 4,866. No mês de abril, o preço médio da gasolina encontrado pela pesquisa foi R$ 4,484, o que mostra que o preço médio subiu 8,51%, contra os 6,08% nas refinarias, o que resulta em um percentual de 2,43% maior que o acumulado repassado pelas refinarias.

De acordo com o levantamento, após a nova a politica de preço aplicada pela Petrobras impplantada em 3 de julho de 2017, o aumento acumulado no preço da gasolina foi de 56,12% nas refinarias, chegando a 69,78% no preço do diesel.

No levantamento sobre a gasolina, a diferença entre o maior (R$ 4,999) e o menor preço (R$ 4,629) é de R$ 0,37. A gasolina comum mais barata está na região Oeste, que apresentou o menor preço médio dentre as quatro regiões pesquisadas com R$ 4,703. A pesquisa encontrou o menor preço de R$ 4,620, na zona oeste nos bairros de Cidade Nova e Cidade de Esperança. Já o maior preço da gasolina comum foi constatado na região sul, no com o preço de R$ 4,999 nos bairros de Ponta Negra no conjunto Alagamar e alto da Candelária, e também o maior preço médio de gasolina encontrado pela pesquisa foi na região sul com R$ 4,967.

Gás veicular

O Gás Veicular, vem se mantendo como opção mais barata em relação aos demais combustíveis pesquisados, uma vez que sua variação é sempre a menor. No mês anterior, o preço encontrado pela pesquisa foi de R$ 3,556 em média. Já no mês de maio, o preço médio encontrado foi de R$ 3,558, variação que equivale a R$ 0,002.

Etanol

Hoje o preço do etanol em média corresponde a 78,54% do preço da gasolina. Em relação ao observado em abril que essa porcentagem era de 78,58%. Apesar do aumento sensível, segue sendo inviável para o consumidor que possui veículo flex abastecê-lo com etanol, uma vez que a orientação é de que o etanol tenha, no máximo, 70% do preço da gasolina, o que seria um valor em torno de R$ 3,406, em média. No entanto, o preço médio encontrado pela pesquisa foi de R$ 3,882. Mesmo a pesquisa tendo encontrando posto com o menor preço a R$ 3,580, esse valor também não é viável.

0 comentários: