Sequestrador de ônibus na ponte Rio-Niterói é atingido por atirador de elite


Um homem armado dentro de um ônibus mantém uma dezena de passageiros reféns na ponte Rio-Niterói desde o início da manhã desta terça-feira (20). Após intensa negociação com a polícia, o suspeito libertou quatro pessoas —três mulheres e um homem. Segundo a polícia, as vítimas libertadas passam bem.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o homem armado ordenou que o motorista da Viação Galo Branco estacionasse o veículo atravessado na ponte. Cerca de 32 pessoas ainda estão dentro do ônibus, e cinco já foram liberadas, segundo a Polícia Militar. Não se sabe qual é a motivação do sequestrador.

A linha desse ônibus sai do Jardim Alcântara, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, e vai até o Centro do Rio. O porta-voz da PM do Rio de Janeiro, Mauro Fliess, disse que há indícios de que a ação foi premeditada e que sua identidade não está confirmada.

Um grande congestionamento foi formado no acesso da via. No Twitter, a Ecoponte, concessionária da ponte Rio-Niterói, recomenda o uso de barcas para fazer a travessia no sentido Rio. Não há alternativa viária para fazer o trajeto.

Folha de São Paulo

0 comentários: