Álvaro Dias em aula inaugural do Aprendendo Mais: "Acabando analfabetismo, abrimos portas para futuro melhor"


O prefeito Álvaro Dias participou, na noite dessa segunda-feira (14/10), da aula inaugural do Projeto "Aprendendo Mais", que visa combater o analfabetismo na capital potiguar. A aula ocorreu no auditório do Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure).

Para o chefe do executivo municipal, a hora é de resgatar a dignidade dos menos favorecidos dentro da gestão. "Estamos em busca de resgatar uma dívida com os menos favorecidos, que vem desde a época da colonização. O Brasil só vai mudar um dia se tiver um investimento pesado em educação. Acabando com analfabetismo, abrimos as portas para um futuro melhor para todos. A educação é a grande prioridade da nossa gestão e esse programa vai trazer novas luzes para a cidade do Natal".

A aula inaugural do Aprendendo Mais foi proferida pelos professores Betania Leite Ramalho (professora doutora da UFRN e ex-aluna de Paulo Freire), Marcos Guerra (advogado e um dos coordenadores do projeto de Paulo Freire na experiência de Angicos-RN) e Ednice Peixoto dos Santos (secretária adjunta de Gestão Pedagógica da SME e coordenadora do Aprendendo Mais).

O índice de analfabetismo em Natal gira em torno de 8% da população, ou seja, perto de 50 mil natalenses não sabem ler e escrever. E é em cima desse número que a Prefeitura do Natal, através da rede municipal de ensino, implementou o programa que vai atender cerca de 750 alunos das quatro zonas da cidade nesta primeira fase.

"O 'Aprendendo Mais' tem o propósito de regatar a cidadania através da educação. Afinal, ensinar a ler e escrever é abrir as portas de um novo mundo para o cidadão. Quero agradecer ao prefeito Álvaro Dias pelo seu desejo de erradicar o analfabetismo em Natal", destacou Cristina Diniz, secretária de Educação do município.

O Aprendendo Mais vai atender alunos acima dos 15 anos de idade, com turmas de até 25 estudantes com aulas no turno noturno – das 19h às 21h30 – pelo período de cinco meses e ainda conta com consultoria da UFRN, que disponibilizará um estagiário por sala para acompanhar o trabalho dos professores, além de parcerias firmadas com a Secretaria de Trabalho e Assistência Social e o Sebrae, que irão qualificar ou requalificar o aluno focando na inserção no mercado de trabalho.

0 comentários: