Bandido que matou jovem após assalto no Alecrim é condenado a 26 anos de prisão


Eudes Leonardo de Lima, acusado do crime de latrocínio que vitimou o jovem Arthur Lima de Oliveira, de 18 anos, em setembro de 2019, foi condenado pela 5ª Vara Criminal de Natal a uma pena somada de 26 anos em regime fechado, além de 105 dias-multa.

Segundo o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), o somatório das penas corresponde aos crimes de latrocínio e corrupção de menores. Na sentença, foi mantida a prisão do agora condenado, que também deverá pagar as custas processuais no prazo de 30 dias do trânsito em julgado da decisão.

O crime

O roubo seguido de morte aconteceu no dia 18 de setembro de 2019, em um shopping no bairro do Alecrim, na zona Leste de Natal. Eudes Leonardo, juntamente a um menor de idade conhecido como Macaíba, roubaram vários pertences de uma loja e de clientes.

Em seguida, o jovem Arthur Lima tentou impedir a fuga e acabou baleado. A vítima morreu no local. Em seguida, a polícia chegou e perseguiu os acusados, que atiraram em direção aos policiais. Eudes tentou se esconder em uma escola particular na Avenida Coronel Estevam, mas acabou detido.

“Ainda segundo a denúncia, Eudes Leonardo saiu em diligência, junto com policiais, a fim de encontrar o menor Macaíba, ocasião em que conseguiu empreender fuga, mas tendo sido recapturado dois dias depois, tendo confessado o delito”, relatou o TJRN.

Decisão

Ao julgar o caso, o magistrado considerou os depoimentos dos clientes da loja, já que entende que, em matéria de crimes contra o patrimônio, a palavra da vítima, quando narra de forma coerente e segura os fatos, demonstrando que o único objetivo é apontar os verdadeiros culpados pelo delito, merece credibilidade e é suficiente para embasar uma condenação.

0 comentários: