Ex-governador Ricardo Coutinho não foi preso porque está fora do país, mas teve o nome incluído na Interpol

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) não foi preso pela Polícia Federal, porque está em viagem a Europa. Segundo o Ministério Público, Ricardo Coutinho está com mandado de prisão em aberto e já foi solicitada a inclusão do nome dele na lista da Interpol.

Já a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) foi presa, na manhã desta terça-feira (17), em cumprimento aos mandados de prisão expedidos pela Justiça.

A prefeita de Conde, Márcia Lucena (PSB), os ex-secretários Waldson Dias e Gilberto Carneiro também são alvos de mandados de prisão preventiva na 7ª fase da Operação Calvária.

A operação, realizada em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), Ministério Público Federal e Controladoria-Geral da União (CGU), apura desvio de recursos públicos na ordem de R$ 134,2 milhões, dos quais mais de R$ 120 milhões teriam sido destinados a agentes políticos e às campanhas eleitorais de 2010, 2014 e 2018 na Paraíba.

0 comentários: