RN gera quase 13 mil postos de trabalho em seis meses

Puxado pelas contratações temporárias no Comércio, o mês de novembro encerrou com saldo positivo na geração de empregos no Rio Grande do Norte. Conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério da Economia nesta quinta-feira, 19, o saldo entre admissões e demissões no Estado foi de +1.690 postos de trabalho. 

De junho a novembro, o número é positivo em 12.919 empregos. Apesar do avanço tabulado no Estado ao longo do mês passado, o quantitativo ainda está longe do pico registrado em 2009, quando foram abertos 4.345 postos de trabalho formais.

De acordo com o Caged atual, ao longo de novembro a contratação de trabalhadores no Rio Grande do Norte foi impulsionada pelo Comércio, com 1.128 vagas. Em seguida aparece o setor de Serviços, com 574 postos de trabalho abertos. Outras 152 vagas foram criadas na Construção Civil. 

Os demais setores tabulados pelo Ministério da Economia registraram queda: Indústria Extrativa Mineral, -30; Indústria de Transformação, -25; Serviços Industriais de Utilidade Pública, -13; Administração Pública, -7; e Agropecuária, com saldo negativo em 89 vagas. De janeiro a novembro deste ano, o saldo de geração de empregos formais no Estado é positivo em 6.281 vagas.

Leia a matéria na íntegra aqui na Tribuna do Norte.

0 comentários: