Corintians de Caicó completa 52 anos neste sábado


Neste sábado (25 de janeiro de 2020) é o aniversário do Atlético Clube Corintians, clube este que está completando 52 anos de muita glória.

História

Seu início foi marcado pela fusão de duas equipes da cidade de Caicó, o Atlético que tinha o galo como mascote e o Corintians, ambas as equipes eram em homenagem as duas grandes equipes do sudeste do país. Quando as duas se uniram o time passou a se chamar Atlético Clube Corintians e o galo foi incorporado como mascote. O maior responsável pela fundação do clube foi Valdemir Marcelino de Assis.

A partida que marcou a estreia oficial da equipe foi contra seu homônimo da Paraíba, o Corinthians de Campina Grande, e realizou-se no antigo estádio Walfredo Gurgel - que já não existe mais. Com uma vitória, foi selado o nascimento oficial do Galo do Seridó.

O segundo jogo foi contra o América, também da Paraíba, com nova vitória da equipe potiguar. Para este confronto foi cobrado ingressos pela primeira vez, o que rendeu 27 mil cruzeiros, mais que suficientes para cobrir os 22 mil investidos na organização do clube por Valdemir e ainda quitar todas as dívidas remanescentes e abrir a primeira conta do Coríntians no banco da cidade.

Em 1977 o Coríntians ingressou pela primeira vez na elite do futebol potiguar, direito adquirido por vencer - de forma invicta - o campeonato citadino no ano anterior, organizado pela Liga. A equipe caicoense terminou na sexta colocação, mas vergou em seus domínios o ABC, quebrando uma invencibilidade de 26 jogos do adversário.

Maior feito

Seu maior feito aconteceu a 19 anos, no ano de 2001 quando se sagrou campeão estadual sendo o primeiro time do interior do Rio Grande do Norte a conseguir este título, daí por diante as equipes da capital do RN passaram a encarar o Corintians de Caicó como um grande time.

A equipe que conseguiu o título era formada por Pacato; Pantera, Amaral, João Carlos e Edson;Raminho, Márcio Silva, Adriano e Éverton; Robinho e Iedo. Técnico: Pedrinho Albuquerque

0 comentários: