Iniciar obra sem recurso garantido para concluí-la é criar um elefante branco

Na Foto: Prefeito Atevaldo Nazário

Ontem a imprensa do Estado do RN divulgou uma conversa de whatsaap vazada pelo senador Styvenson Valetim quando ele conversa com o prefeito de Encanto Atevaldo Nazário e nessa conversa o Prefeito teria recusado receber uma emenda de 250 mil reais para construir um matadouro.  Caíram de pau no Prefeito, fazendo o chamado tribunal virtual sem direito de defesa. 

Sem entrar em méritos políticos ou éticos pelo vazamento, a atitude do Prefeito Atevaldo Nazário de argumentar com o senador sobre a insuficiência financeira para fazer o tal matadouro está correta, ele agiu como um gestor deve agir,  de forma séria e responsável.  Um matadouro com as condições minimas de exigência dos órgãos ambientais não se faz com menos de 1 milhão de reais.

De que adianta receber uma emenda de 250 mi, fazer apenas 25% da obra e criar mais um elefante branco sem uso e abandonado na cidade ?.  Iniciar uma obra sem ter a garantia minima orçamentaria e financeira para tal é um ato criminoso que pode gerar responsabilidades ao gestor.  

O Prefeito está certo em lutar pelo que ele acha mais necessário e viável para seu município baseado nos valores que lhe são disponibilizados.  Encanto não tem condições financeira de arcar com 70% do valor de uma obra milionária. 

0 comentários: