“Fátima não tem desculpa para não cumprir pagamento do piso salarial dos professores”, diz sindicato


“A governadora Fátima Bezerra não tem desculpa para não cumprir o pagamento do piso salarial dos professores de 12,84%”. Essas foram as palavras do Sindicato dos Servidores da Administração Direta (SINSP), que alega que desde o último dia de 2019, o Governo do RN recebeu uma verba extra, proveniente dos repasses do bônus de assinatura do leilão do excedente de petróleo da cessão onerosa, feito em novembro do ano passado. Os recursos foram de R$ 11,73 bilhões.

“Estados e municípios do Brasil inteiro também receberam a verba e têm usado o recurso para quitar a dívida. Já no RN, Fátima, que é professora, não quer cumprir o piso salarial dos professores. Em vez disso, a chefe do executivo quer que o reajuste aconteça em três vezes, e sem pagar retroativo”, diz o sindicato em outro trecho.

Atualização do piso

Em 23 de dezembro, uma Portaria publicada no Diário Oficial da União consta que o valor do custo aluno subiu de R$ 3.238,52 para R$ 3.440,29. Sabendo que a atualização do piso do magistério é calculada utilizando-se o mesmo percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno referente aos anos iniciais do ensino fundamental, o reajuste para 2020 seria, portanto, de 12,84%.

0 comentários: