Conheça as 15 fake news mais compartilhadas sobre o coronavírus

O Ministério da Saúde criou um número de WhatsApp, (61) 99289-4640, para receber “informações virais” sobre coronavírus, que serão analisadas pelos técnicos do governo federal. Desde o início da divulgação dos casos da doença pelo mundo, foram recebidas 6.500 mensagens, das quais 90% eram relacionadas à nova doença. Dessas, 85% eram falsas. No site do ministério, as informações ganham um selo de fake news ou notícia verdadeira.

A pasta também adverte que, até o momento, não há medicamento específico, vacina, infusão ou óleo essencial que possam prevenir a infecção pelo novo coronavírus. Confira as informações falsas e verdadeiras abaixo. 

Na próxima semana, será lançado o aplicativo “Coronavírus SUS”, com dicas, telefones e a possibilidade de encontrar a unidade de saúde mais próxima. Também contará com um pequeno questionário, perguntando, por exemplo, se a pessoa tem febre ou veio de um país com transmissão do vírus. Isso servirá para dizer se a pessoa se enquadra como caso suspeito ou não.

Já a Polícia Civil do Rio anunciou ontem que a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) investigará autores de fake news que disseminam mensagens no estado.
É falso

1 – Chá de abacate com hortelã previne contra coronavírus
2 – Uísque e mel contra coronavírus
3 – Óleos para combater coronavírus
4 – Chá imunológico combate o novo coronavírus
5 – Vitamina C + zinco combatem o novo coronavírus
6 – Vídeo sobre vitamina D e a prevenção do novo coronavírus
7 – Álcool gel não tem eficácia, mas vinagre tem
8 – Gargarejos são eficazes para combater o vírus nos primeiros dias, quando o coronavírus fica restrito à garganta
9 – O vírus é resistente em superfícies metálicas, onde pode ser manter vivo por até 12 horas
10 – Beber água quente ou chás quentes mata o vírus
11 – China cancelou todos os embarques de produtos por navio até março
12 – Já existe cura contra o coronavírus
13 – Médicos tailandeses curam coronavírus em 48 horas
14 – Semelhança do vírus HIV com o coronavírus
15 – Há medicamentos específicos eficazes contra o novo coronavírus

O GLOBO

0 comentários: