Sobe para 69 o número de casos confirmados de coronavírus no País


Oúltimo balanço do Ministério da Saúde, divulgado na tarde desta quarta-feira (11), apontava que chegou a 52 o número de casos confirmados de coronavírus no País. Depois do relatório oficial, contudo, o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, disse que confirmou 16 novas infecções, o que eleva o número total de casos no Brasil para 69.

Além dos casos confirmados, o Ministério da Saúde monitora 907 casos suspeitos e já descartou 935 análises que deram negativo para a Covid-19. No Rio Grande do Norte, não há casos confirmados até agora. Ontem, o Ministério da Saúde atualizou para 13 o número de casos suspeitos. 14 casos foram descartados.

O estado de São Paulo segue com o maior número de casos: 46. Em segundo lugar, está o Rio de Janeiro, que tem 13 registros. Bahia, Distrito Federal e Rio Grande do Sul têm dois casos cada. Já Alagoas, Minas Gerais e Espírito Santo têm um registro cada um.

Na tarde de ontem, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, participou de uma reunião da Comissão Geral na Câmara dos Deputados para atualizar a situação da doença aos parlamentares. O encontro ocorreu pouco depois de a Organização Mundial da Saúde decretar pandemia do novo vírus, com mais de 118 mil casos registrados no mundo.

“Agora, de uma maneira até certo ponto tardia, a OMS concorda com a posição brasileira de pandemia. O Brasil já vinha alertando para isso”, disse o ministro. Mandetta também elogiou a resposta do sistema de saúde público diante da situação no País. “Nossa vigilância em saúde foi a que fez os movimentos mais antecipados”, disse. “Fomos os primeiros a falar que é pandemia”.

Mandetta repassou aos deputados e convidados para a comissão o planejamento do ministério para ampliar o antedimento na atenção primária. Uma das medidas é repassar a municípios até R$ 900 milhões para aumentar de 1,5 mil para 6,7 mil o número de postos de saúde com atendimento ampliado.

O Ministério da Saúde estima, ainda, que o número de casos do novo coronavírus é dez vezes maior do que aquele que se conhece, o que ultrapassaria 1 milhão de pessoas.

PANDEMIA

A Organização Mundial da Saúde declarou que a rápida expansão do novo coronavírus pelo mundo já se configura como uma pandemia. O anúncio foi feito ontem pelo diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, durante coletiva de imprensa. Nas duas últimas semanas, o número de casos de Covid-19 fora da China aumentou 13 vezes e o número de países afetados triplicou. Agora, são mais de 118 mil casos em 114 países e pelo menos 4.291 mortes registradas. “Milhares de outras pessoas estão lutando pelas suas vidas em hospitais”, afirmou.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que ainda deve conversar com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, sobre a situação do surto de coronavírus. “Vou ligar para o Mandetta agora a pouco. Eu não sou médico, eu não sou infectologista. O que eu ouvi até o momento, outras gripes mataram mais do que essa”, disse.

0 comentários: