Tráfico de drogas lidera ranking de crimes em ‘censo’ de presos

O crime de tráfico de drogas lidera o ranking dos delitos mais comuns entre os detentos do país, considerando as pessoas já condenadas e os presos provisórios. A constatação é do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias de 2019, divulgado pelo governo federal.

O estudo traçou um perfil da população carcerária e constatou um crescimento de quase 4%, chegando a 773 mil pessoas em junho de 2019. Nesse contingente há 163,2 mil incidências de crimes de tráfico de drogas.

Em seguida aparecem os crimes contra o patrimônio, como o roubo qualificado, com mais de 115 mil citações, e furto simples – 32,3 mil. Outras modalidades apresentam números menores, mas tendência de crescimento. É o caso do estupro de vulnerável, que é o sexo com menor de 14 anos, e que teve 15,7 mil registros – crescimento de 9,3%.

Por outro lado, caíram as incidências de homicídios qualificados em 5,7%, repetindo o que também acontece nos números da criminalidade. A redução de homicídios em 2019, até outubro, foi de 21,1%, segundo o Ministério da Justiça.

0 comentários: