TRE mantém candidatura de Glêdson que se elegeu prefeito de Juazeiro do Norte


O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) decidiu por maioria de votos (5 a 1) manter a legalidade da candidatura de Glêdson Bezerra (Podemos) como prefeito de Juazeiro do Norte. O processo foi encaminhado para o pleno do TRE-CE, onde a corte, composta por sete juízes eleitorais, entre eles, desembargadores e representante da Procuradoria Regional Eleitoral, votaram o processo. 

O prefeito agora poderá ser declarado eleito e diplomado no próximo dia 18 de dezembro. Glêdson venceu a eleição para prefeito de Juazeiro do Norte, recebendo 50.715 votos (38,18% do total) mas não foi eleito. A candidatura foi indeferida na semana da eleição pela juíza Kamile Moreira Castro, do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), por ausência de desincompatibilização do cargo de inspetor da Polícia Civil. 

Mesmo com manifestação judicial de manutenção da impugnação, a defesa representada pelo advogado Doriam Lucena alegou que o documento de desincompatibilização apresentado nos autos (pedido de afastamento há 3 meses da data da eleição), comprovaria o afastamento do servidor público e que o mesmo já havia sido aceito anteriormente apresentado por Glêdson para concorrer as eleições de 2018 como candidato a deputado estadual naquele pleito.

A votação com ampla maioria de votos favoráveis foi pelo deferimento da candidatura. A tese foi aceita pelos desembargadores Inácio Cortez, Roberto Viana, Eduardo Scorsafava, Dadiv Sombra e André Ponte Barbosa. O único voto contrário foi da relatora Kamile Castro. Como o representante da Procuradoria Geral Eleitoral (PGE), já havia se pronunciados nos autos favorável ao deferimento da candidatura, não cabe recurso ao TSE.

O POVO ONLINE

0 comentários: